Um especialista sempre à sua disposição

211 451 218 Ligação gratuita

Como reduzir a potência contratada? 

calcular potencia eletrica

Cada cliente é diferente, por isso, cada morada terá um gasto de luz diferente, e necessitará uma potência elétrica diferente. Confira seu consumo energético e saiba qual é o nível de potência que lhe corresponde.

É importante ajustar a potência contratada ao seu consumo energético real e, deste modo, evitar sofrer cortes no fornecimento ou pagar demais na conta de luz. Ligue-nos e lhe aconselharemos sem compromisso sobre a melhor tarifa elétrica para seu caso.


Conheça o que é potência energética

A potência contratada é o nível de tensão que limita o consumo simultâneo em uma instalação elétrica. Quando este limite se ultrapassa, o fornecimento se interrompe. Em uma tarifa de luz, a potência que desejamos contratar corresponde ao termo fixo, medindo-se em KVA. Por outro lado, o consumo energético que realizamos na nossa instalação elétrica corresponde ao termo de consumo, medindo-se em kWh.

Termo fixo (€/dia): É um valor fixo que sempre pagará em sua conta de luz, independentemente do consumo. Seu valor está relacionado à potência contratada, que é a quantidade contratada de luz que poderá utilizar ao mesmo tempo. Caso o cliente perceba que seu disjuntor apaga quando faz uso de muitos aparelhos, é aconselhável que altere a potência elétrica contratada.

Termo de consumo (€/kWh): Geralmente representa a maior parte de uma conta de luz e é, de fato, o preço do kWh da luz consumido, ou seja, é referente ao valor que vai pagar pelo volume consumido.

Quando estamos a celebrar um contrato, devemos prestar atenção no nível de potência que desejamos, já que atualmente existem três níveis de tensão elétrica:

  • Baixa Tensão: Potências contratadas iguais ou inferiores a 45 kVA e potência mínima contratada de 1,15 kVA. Este tipo é aconselhável para clientes residenciais, lojas, escritórios e pequenas empresas. BTN (Baixa Tensão Normal para potências
  • Média Tensão: tensão entre fases cujo valor eficaz é superior a 1kV e igual ou inferior a 45kV. Estas potências são específicas para indústrias.
  • Alta Tensão: Tensão entre fases cujo valor eficaz é superior a 45KW e igual ou inferior a 110KW e a potência contratada é igual ou superior a 6MW. O uso desta potência destina-se à indústria siderúrgica, grandes hospitais, indústria da celulose, indústria de plásticos, indústria de adubos, serviços energéticos, etc.

Posso alterar minha potência contratada?

Claro! Todo cliente pode alterar a potência contratada quando desejar, até quatro vezes em um período de 12 meses. Este é um processo rápido, fácil e sem custos adicionais, tanto para reduzir como para aumentar a potência de luz.

Aumentar a potência contratada: cada instalação tem uns limites próprios de potência, por isso, se o consumidor deseja aumentar a potência deve conferir que a sua instalação suporta esse novo nível de tensão. Caso contrário, o cliente deverá contatar com a EDP Distribuição em (nome de cidade) e solicitar um orçamento para este reforço no ramal ou reforma da instalação. Se o consumo energético sobrepassa o nível de potência contratado, disjuntor se sobrecarrega e o fornecimento é interrompido.  

Reduzir a potência contratada: se o disjuntor nunca salta, e o cliente observa que está a pagar a mais no termo fixo da fatura de luz, uma redução da potência deve ser solicitada. Para adaptar o fornecimento à necessidade do cliente devemos ajustar a potência, e assim poupar na conta da luz.

Para iniciar esta solicitação, o cliente deverá apresentar os documentos a seguir, e em um período de 5 a 7 dias o processo estará completo.

  • Nº contribuinte do titular (Cartão de Cidadão)
  • Contrato de arrendamento ou escritura
  • Potência a contratar
  • Código CPE
  • Dados da morada da instalação
  • Dados de Pagamento

Porque reduzir a potência contratada?

Comparação preços luz 2016

Para começar, é importante reduzir a potência contratada para poupar na despesa de luz. Com uma tarifa elétrica para potências maiores do que a necessária, o cliente estará a pagar demais de forma desnecessária.

É importante ajustar a potência contratada ao consumo energético da instalação elétrica. Esta é uma solicitação muito comum, as comercializadoras estão acostumadas a realizar esta alteração, por isso ligue quanto antes e solicite a redução de potência no contrato energético. Basta ter o contacto da comercializadora, e comunicar sua decisão.

Em caso de dúvida, confira a potência requerida na sua morada com nosso simulador energético ou ligue-nos e realizaremos um estudo personalizado de forma gratuita para lhe ajudar.

Como mudar de tarifa de luz

Quando decidir alterar a potência de luz, pode ficar na mesma companhia comercializadora ou mudar para outra que lhe ofereça melhores condições contratuais.

É importante comparar todas as opções tarifárias para encontrar a que melhor se adapte à suas necessidades com o melhor preço do mercado livre português. Quando encontrar a melhor tarifa de luz para seu caso, pode contactar com a comercializadora e comunicar sua decisão. Este é um processo rápido e sem custos adicionais.

Assista ao nosso vídeo e entenda melhor como pode mudar de companhia fornecedora. Se ainda tiver dúvidas, ligue-nos e lhe ajudaremos sem compromisso.

Saiba poupar na despesa de eletricidade

Além de ajustar a potência contratada ao seu consumo energético e contratar a tarifa de luz mais barata do mercado, o cliente pode poupar na despesa de luz com simples mudanças de hábitos. Confira algumas das dicas que LojaLuz lhe oferece e adote-as para pagar menos na conta de eletricidade.

  • Tome banhos curtos. Ficar no chuveiro com água quente é relaxante, mas seu banho não deveria demorar mais de 7 minutos.
  • Coloque cortinas e tapetes, já que o frio e o calor são transmitidos pelas janelas e pelo chão.
  • Tape as fugas de ar da sua casa, como janelas ou portas que não fecham bem ou condutos de ventilação.
  • No verão, mantenha o ar acondicionado entre 25 e 22 graus. Se baixar de 21 graus a fatura elétrica aumenta de preço consideravelmente.
  • Um equipamento de ar-condicionado desregulado pode consumir até 20% a mais. Por isso, faça a limpeza periódica dos filtros e da abertura de ar.
  • Ao usar ar-condicionado, mantenha sempre portas e janelas fechadas.
  • Verifique se as tomadas estão aquecendo. Além de perdas de energia, o fenômeno pode indicar riscos de choque elétrico e incêndio.
  • A iluminação costuma representar de 10% a 15% do gasto total de eletricidade. Escolha lâmpadas económicas.
  • Evite pintar paredes com cores escuras, elas exigem mais iluminação e refrigeração.
  • Se a porta dos frigoríficos está abrindo facilmente, ou se estão acumulando gelo, troque as borrachas das portas – frouxas, elas geram perdas de energia que podem chegar a 30%. Também procure manter os aparelhos a pelo menos 10 cm de distância das paredes.

Selectra é o 1º comparador de ofertas dos fornecedores de eletricidade e gás natural em Portugal.

Ler mais